A mulher desiludida

Clássico de Beauvoir reúne três narrativas sobre mulheres em crise

hopper_summer-interior
Summer Interior, Edward Hopper

6 de março de 2017 – Literatura

“A mulher desiludida” (Nova Fronteira; 254 páginas; 34 reais) é um dos clássicos da filósofa, escritora e feminista Simone de Beauvoir, mais conhecida por seu ensaio ” O Segundo Sexo” (Le Deuxième Sexe, 1949). O livro reúne três narrativas que tratam de mulheres que passam por crises existências desencadeadas pela passagem do tempo e pela consequente mudança do papel delas na vida dos filhos e dos maridos.

Em “Idade da Descrição”, primeira narrativa do livro, conhecemos uma escritora envolta com a questão do envelhecimento, a desilusão com o único filho, a crise profissional e as sutis mudanças em seu relacionamento com o esposo, o intelectual André. Com o filho se distanciando cada vez mais do que ela idealizou, a protagonista se vê preocupada com um futuro incerto e o prenúncio da velhice. O conto tem caráter autobiográfico.

Já em ” Monólogo”, adentramos no fluxo de pensamento de Murielle, mulher em crise após duas separações e o suicídio da filha. A autora nos apresenta as ideias ansiosas da personagem por meio de uma narrativa experimental que tenta reproduzir o fluxo do pensamento.

Na última história, também intitulada “A mulher desiludida”, a protagonista Monique se desestrutura completamente quando descobre que o marido mudou, já não a ama como antes e tem uma amante. Ao mesmo tempo, suas filhas cresceram e vivem independentemente suas próprias vidas. Ao ver a vida para a qual se dedicou, em torno do marido e da criação das filhas, se esvair, Monique se vê desesperadamente em crise. Mas ela precisará aceitar que mudar é inevitável e que não há como escapar do futuro.

Embora a percepção da mulher sobre seu papel na família e na sociedade tenha mudado e segue mudando desde que Beauvoir publicou o livro em 1968, certamente as três narrativas descritas em ” A mulher desiludida” representam o dilema de muitas mulheres que, mesmo ativas intelectual e profissionalmente, ainda enfrentam o vazio que por vezes se apresenta quando os filhos crescem ou a relação com o cônjuge já não é mais a mesma. Sem dúvida, “A mulher desiludida” vale pelas reflexões ainda pertinentes que suscita e por seu inquestionável valor literário.

Leia trecho do livro:

Estão de pijamas, bebem café, sorriem um ao outro… esta visão me faz mal. Quando se bate em uma pedra, sente-se primeiro um choque, a dor vem depois. Com uma semana de atraso, eu começo a sofrer. Antes, eu estava o que se chama baratinada. Raciocinava, afastava essa dor que se abate sobre mim esta manhã: as visões. Dou voltas e voltas no apartamento, cada passo requerendo outro. Abri sua gaveta. Olhei seus pijamas, suas camisas, suas camisetas, suas malhas e me pus a chorar. Não suporto que uma outra possa acariciar sua face na doçura desta seda, na ternura deste pulôver.

Não vigiei como devia. Pensei que Maurice envelhecia, que trabalhava em excesso , e que eu deveria conformar-me com sua frieza. Começou a considerar-me mais ou menos uma irmã. Noellie acordou seus desejos. Tenha ou não temperamento, deve saber bem como comportar-se na cama. Ele tornou a encontrar a alegria orgulhosa de dar prazer a uma mulher. Deitar, não é somente deitar. Existe entre eles essa intimidade que só a mim pertencia. Ao acordar, será que ele a aninha nos braços chamando-a minha gazela, meu passarinho dos bosques? Ou inventou outros nomes que pronuncia com a mesma voz? Ou se forjou também uma outra voz? Barbeia-se e lhe sorri, os olhos mais escuros e mais brilhantes, a boca mais nua, sob a máscara de espuma branca. Ele surgiu no enquadramento da porta com um grande buquê de rosas vermelhas envoltas em celofane… Será que lhe envia flores?

Serram-me o coração com uma serra de dentes fininhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s